sexta-feira, 18 de maio de 2012

Igreja gay lança campanha contra “homofobia” dos que rejeitam “casamento” gay

casamento apenas entre um homem e uma mulher é agora também “homofobia”

Julio Severo
A igreja gay Comunidade Cidade de Refúgio, fundada em São Paulo pela apóstata Lanna Holder, lançou nessa quinta-feira (17), Dia Internacional de Combate à Homofobia, uma campanha para combater a “discriminação” da sociedade brasileira que resiste reconhecer as duplas homossexuais como “casal”. A iniciativa visa, ostensivamente, redefinir Deus como criando o casamento não somente de homem com mulher, mas também de mulher com mulher e de homem com homem.
A campanha, liderada pela autoproclamada “pastora” lésbica Lanna Holder, foi lançada na internet e se estenderá também à distribuição de materiais de divulgação como material de apoio à Parada Gay de São Paulo, que será realizada no dia 10 de junho.

Na campanha, imagens de uma dupla normal de homem e mulher juntamente com uma dupla gay e outra lésbica aparecem com o título “Criação de Deus”, dando a entender que Deus criou todos, inclusive homossexuais e lésbicas, para o casamento.
Ao centro, dupla lésbica, onde no fundo está Lanna Holder. Para Holder, Deus criou o casamento também para os homossexuais
A empolgação de Lanna Holder com a ideia de que o Deus da Bíblia pudesse ter criado o casamento também para homossexuais e lésbicas vem da recente declaração em que o presidente americano Barack Obama apoiou o “casamento” gay com base na sua interpretação de que o próprio Jesus teria dado tal apoio.
A declaração pró-“casamento” gay de Obama foi também saudada pelo deputado gayzista Jean Wyllys.
Obama não teve apoio da grande maioria da população dos EUA para sua ousada postura ideológica a favor de um “casamento” gay com base em Cristo, mas a imprensa americana e internacional, enojada com as atitudes anti-“casamento” gay do povo da Carolina do Norte, que aprovou uma emenda à constituição estadual proibindo todas as uniões gays, festejou a declaração de Obama, o primeiro presidente casamenteiro gay da história dos EUA.
De forma semelhante no Brasil, a grande mídia, eterna e incondicional apoiadora do “casamento” gay, anda infeliz com a resistência do povo brasileiro às uniões gays, mas ao mesmo tempo festeja cada passo que Lanna Holder, uma apóstata evangélica, dá. Grandes jornais do Brasil deram destaque quando Holder abriu, numa garagem simples de outro estado, uma igreja gay, tratando o evento como se fosse a inauguração de uma catedral luxuosa.
Holder e Obama apenas aproveitam esse espaço de glória que a grande imprensa garante aos que promovem, junto com eles, depravações e deturpações, em nome de Cristo, à instituição mais sagrada que Deus criou neste mundo: o casamento e a família natural.
Com informações do site gayzista A Capa.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...