domingo, 20 de maio de 2012

Mais terremotos abalam Japão, Itália e Brasil



Um terremoto de 6,2 graus na escala aberta de Richter sacudiu neste domingo o nordeste do Japão sem que se tenha informado de vítimas nem danos materiais, informou a Agência Meteorológica japonesa, que não emitiu alerta de tsunami. O tremor aconteceu às 16h20 (horário local, 4h20 de Brasília) e teve seu epicentro no Oceano Pacífico frente ao litoral da província de Iwate, uma das assoladas pelo devastador terremoto e tsunami que em março do ano passado causou mais de 19 mil mortos. O terremoto foi sentido sobretudo nas províncias de Iwate e Miyagi, onde em alguns pontos alcançou 3 graus na escala fechada japonesa de 7, que se centra mais nas zonas afetadas que na intensidade do tremor. Além disso, foi sentido com menor intensidade em outras nove províncias, entre elas Hokkaido e Aomori (norte). Oito minutos depois houve nessa mesma região uma réplica de 5,7 graus Richter que afetou principalmente Iwate. O nordeste do Japão foi sacudido no dia 11 de março de 2011 por um terremoto de 9 graus Richter, com epicentro no Pacífico em frente ao litoral de Miyagi, desencadeando um devastador tsunami que, além de milhares de mortos e desaparecidos, causou em Fukushima o pior acidente nuclear desde o de Chernobyl. [Fonte]

Um forte terremoto de 5,9 graus de magnitude atingiu a Itália neste domingo, informou a Defesa Civil do país. Segundo as autoridades, pelo menos cinco pessoas morreram e outras 50 estão feridas, após o tremor que afetou a região de Bondeno e Emilia Romagna. [...] Após a réplica de magnitude 4,9 graus na escala Richter que sacudiu o norte da província de Modena às 5h03 (horário local, 0h03 de Brasília) - uma hora depois do terremoto de magnitude 5,9 sentido em todo o nordeste da Itália -, aconteceram desmoronamentos.

Segundo Demetro Egli, responsável de Defesa Civil da região e dos bombeiros, que já estão trabalhando na região, pode haver pessoas presas. Também a igreja de San Felice sul Panaro, na província de Modena, veio abaixo após o terremoto, assegura Defesa Civil.

Na localidade de Mirandola, província de Ferrara, os doentes em estado grave do hospital local foram removidos, assim como os idosos de um asilo, informa a Defesa Civil.

O tremor, que teve seu epicentro a 5 quilômetros a leste da localidade de San Felice sul Panaro, segundo o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália, foi precedido por outros dois, um de intensidade 4,1 - umas três horas antes do principal - e outro, de 2,2 graus.

Em várias cidades, segundo informa a imprensa local, muitas pessoas saíram para as ruas em pânico ao sentir o tremor, que durou cerca de 20 segundos. Segundo o Serviço de Vigilância Geológica dos Estados Unidos (USGS), o tremor foi registrado a uma profundidade de 10,1 quilômetros.

Os italianos reviveram o terremoto de Abruzos (centro da Itália) que no dia 6 de abril de 2009 teve uma magnitude de 5,8 graus na escala Richter, provocou a morte de 308 pessoas, 1.600 feridos e milhares de deslocados, devastando povoados da região e o centro histórico da cidade de Áquila. [Fonte]

Dois tremores de terra assustaram os moradores de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, neste sábado (19). De acordo com o chefe do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), Lucas Barros, o mais forte foi registrado às 10h50, com duração de três segundos e intensidade entre 4,0 e 4,5 graus na escala Richter. O segundo tremor foi registrado às 14h. [...]

As imagens de uma câmera do circuito interno de um shopping popular registraram a correria no momento do tremor de terra. Várias pessoas assustadas foram para o meio da rua. De acordo com o Corpo de Bombeiros, foram recebidas mais de 300 ligações desde às 11h, mas não houve registro de feridos.

Os bombeiros de Montes Claros disseram também que houve aproximadamente 40 solicitações para vistorias em edificações que sofreram algum tipo de rachadura. A Universidade Estadual de Montes Claros e o Shopping Popular estão entre elas.

Montes Claros fica a 417 quilômetros de Belo Horizonte. [Fonte]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...